O site da Saúde Compatihada utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

Cisto de aracnoide: Causas e tratamento – Saúde Compartilhada

Cisto de aracnoide: Causas e tratamento – Saúde Compartilhada

Cisto de aracnóide é uma lesão benigna, formado a partir do líquido cefalorraquidiano, que se desenvolve entre a membrana aracnóide e o cérebro. Em casos mais raros, pode também formar-se na medula espinhal.

Estes cistos podem ser primárias, ou defeitos, quando são formados durante o desenvolvimento do bebê no final da gravidez, ou secundárias, se formam ao longo da vida, devido a uma lesão ou infecção, menos comuns.

Cisto de aracnóide, como regra, não é grave e não é perigoso e não deve ser confundido com o câncer, pode até ser assintomática. Existem três tipos de cistos aracnóides:

  • Tipo I: são pequenos e assintomáticos;
  • Tipo II: média e provocam o deslocamento do lobo temporal;
  • Tipo III: grandes e causam o deslocamento do lobo temporal, frontal e parietal.

Quais são os sintomas

Geralmente, estes cistos são assintomáticos, e o homem descobre que tem um cisto, quando faz o exame de rotina, ou o diagnóstico de qualquer doença.

No entanto, há casos em que os cistos aracnóides têm alguns riscos e causam sintomas, que dependem do local onde se desenvolvem o seu tamanho ou exercem pressão sobre a algum nervo ou de qualquer área sensível do cérebro ou da medula espinhal:

Cisto localizado no cérebroCisto, localizado na medula espinhalda Dor cabeçaDor em costasTonturaEscolioseEnjoo e vômitoFraqueza muscularDificuldade para caminharEspasmos muscularesInconsciênciaFalta em sensibilidadeProblemas de audição ou visãoFormigamento nas mãos e pernasProblemas em equilíbrioDificuldade controlar a bexiga, o Atraso na desenvolvimentoDificuldade controlar intestinoDemência

Possíveis causas

Cistos aracnóides primárias causadas por um crescimento anormal do cérebro ou da medula espinhal durante o desenvolvimento da criança.

Já os cistos aracnoides secundários podem ser causados por várias situações, tais como lesões ou complicações no cérebro ou na medula espinhal, infecções como a meningite ou tumores.

Como é feito o tratamento

Se o cisto de aracnóide não causa sintomas, não é necessário tratamento, no entanto, é necessário monitorar periodicamente através de tomografia computadorizada ou ressonância magnética para ver se aumenta de tamanho, ou se houver alguma mudança na morfologia.

No caso de cisto causa os sintomas devem ser avaliados, para entender o que é necessário para executar a operação, o que, normalmente, segura e dá bons resultados. Existem 3 tipos de operações:

  • O sistema de drenagem permanente, que consiste na colocação de um dispositivo permanente, que drena o líquido do cisto na cavidade abdominal, assim, reduzir a pressão sobre o cérebro, que este líquido é reabsorvido pelo organismo;
  • Fenestração, que consiste em realizar incisão do crânio, a fim de obter acesso a um cisto, e em que são feitas incisões em cistos, de modo que o líquido é drenado e é absorvido através do tecido circundante, reduzindo assim a pressão que ele exerce sobre o cérebro. Embora mais agressivo do que o sistema anterior, é mais eficiente e a final.
  • Fenestração endoscópica, que consiste de uma técnica avançada, que tem os mesmos benefícios que a fenestração, mas é menos invasivo, pois não é necessário abrir o crânio, sendo um procedimento rápido. Este procedimento utiliza endoscopio, que é um tipo de tubo com uma câmera na extremidade, que drena o líquido, cistos cerebrais.

Portanto, você deve falar com o seu médico, para saber qual o procedimento mais adequado ao tipo de cistos e sintomas apresentados, além de fatores como a idade, a localização e o tamanho do cisto, por exemplo.

Envie seu comentário

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE