O site da Saúde Compatihada utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

Cuidado: Como evitar a febre amarela – Saúde Compartilhada

Cuidado: Como evitar a febre amarela – Saúde Compartilhada

Cuidado: Como evitar a febre amarela

A principal forma de prevenção contra a infecção, febre amarela, é através de uma vacina em postos de saúde ou em clínicas de imunização. Além disso, você também deve evitar a picada de mosquitos transmissores, deve-se tomar algumas precauções, como o de eliminar qualquer foco de água estagnada, onde os mosquitos podem se reproduzir, usar repelentes, mosquiteiros e roupas longas, enquanto em áreas de alto risco.

A infecção pela febre amarela ocorre quando uma pessoa, que nunca teve doenças, ou que não tenha tomado a vacina é mordida de um mosquito infectado. Principais mosquitos transmissores de espécies de Haemagogus, na zona rural, e o Aedes aegypti, no ambiente urbano, e eles podem ter o vírus ao picar pessoas e animais, como macacos, que foram infectados. É importante lembrar que o homem não passa a infecção imediatamente para outra pessoa.

A febre amarela é perigoso e pode tornar-se grave, causando sintomas como febre, dor de cabeça, calafrios, vômitos, dores no corpo, pele e olhos amarelos e hemorragias, que podem levar até à morte. Saiba identificar esses e outros sintomas da febre amarela.

Os principais métodos de proteção contra a febre amarela incluem:

1. A vacina

A vacina contra febre amarela faz parte do calendário básico de vacinação no Brasil, e é adequado para crianças com 9 meses, adolescentes e adultos que vivem em áreas classificadas como áreas de risco para a infecção, ou se vai realizar uma viagem nacional ou internacional para locais onde há risco de transmissão da doença, ou onde há obrigatoriedade de confirmação de vacinação.

  • A vacinação: a primeira dose da vacina pode ser tomada até 9 meses, com uma dose de reforço aos 4 anos de idade e, em seguida, você deve tomar a vacina a cada 10 anos, o prazo de validade da dose. A vacina deve ser tomada 10 dias antes da viagem, para quem vai em área de risco, que incluem todos os estados das regiões Norte e Centro Oeste, além de Minas Gerais, Maranhão e alguns municípios dos estados do Piauí, Bahia, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio grande do Sul.
  • Quem não deve tomar: pessoas com histórico de анафилактических de reação após a ingestão de ovo de galinha ou aos componentes da vacina, as doenças que diminuem a imunidade, tais como o câncer, diabetes, AIDS ou uso de medicamentos imunossupressores, quimioterápico ou radioterápico, por exemplo. As mulheres grávidas e mullheres que amamentam não devem ser vacinadas, excepto sob indicação do seu médico. Apesar de não ser contra-indicado na velhice, sabe-se que eles podem ser mais sensíveis aos efeitos secundários da vacina, por isso, vale a pena conversar com seu médico, para avaliar os riscos e benefícios.

A vacina contra febre amarela está disponível gratuitamente pelo SUS em clínicas de saúde, e também pode ser encontrada em clínicas de vacinação. Mais informações sobre o depoimento e como aplicar a dose da vacina contra a febre amarela.

2. Usar repelentes de insetos

O uso de repelentes é importante para evitar a picada do mosquito e evitar uma infecção pela febre amarela e de outras doenças, como dengue e Moreira, principalmente, para ser, em regiões onde um monte de mosquitos. O repelente pode ser comprado em grandes farmácias ou super-mercado, disponíveis em forma de creme, loção, spray, colas, e, até, pulseiras.

Alguns repelentes são recomendados aqueles que contêm ou icaridina DEET, por exemplo. Além disso, existem maneiras de repelente de óleos naturais de citronela, copaíba ou a sua.индексиров, ou perfumadores de ambiente, como a citronela velas e vasos de plantas como hortelã, cravo ou de alecrim, assim como conter os odores fortes, que são capazes de proteger contra o mosquito da casa. Veja algumas das opções natural repelente para se proteger contra os mosquitos.

3. Combater focos de mosquito

Para a prevenção da febre amarela, é importante, para evitar picadas de mosquitos infectados, e isso pode ser alcançado a redução de sua distribuição, com a eliminação de focos de água limpa parada em caixas d’água, latas, vasos de plantas e pneus, assim como eles condições ideais, que a fêmea do mosquito ponha seus ovos.

Durante a epidemia de febre amarela e outras doenças que são transmitidas através de um mosquito, e recomenda-se, no caso, quando a aplicação de inseticida através do “fumacê”, como uma forma de reduzir a população de insetos.

4. O investimento na mosquiteiros e telas

Usar mosquiteiros de malha fina ao redor da cama, e também colocar telas em portas e janelas, são formas de evitar o contato do mosquito com o corpo medidas importantes, especialmente para ambientes com pessoas mais vulneráveis às picadas, por exemplo, pessoas idosas ou crianças.

5. Cobrir

Para aumentar o nível de proteção, é recomendável usar roupas longas, como calças ou camisas com mangas, em períodos de epidemias, em primeiro lugar, se vai assistir ou floresta tropical locais abertos durante períodos de circulação do mosquito.

6. Manter o quintal limpo

Salvar a terra e os próximos pátio de uma casa na limpeza, remoção de detritos, pedras e lixo, poda de árvores e plantas, são as relações recomendadas para a redução de umidade e truques de mágica, que contribuem para a proliferação de mosquitos.

Envie seu comentário

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE